Seleccione o seu idioma

Gravata ou laço? De que equipa és?
Moda

22 Dezembro 2021

Gravata ou laço? De que equipa és?

Gravata ou laço? De que equipa és?


Classicismo e tradição. Inovação e atrevimento. Escolher o teu fato de noivo perfeito consistirá sempre em procurar o equilíbrio entre ambos os polos e a balança equilibrar-se-á entre um e outro dependendo do tipo de acessórios que decidas levar.



És um noivo fiel aos clássicos? Ou gostas de arriscar nos teus outfits? A gravata e o laço são os acessórios mais poderosos que adicionam o toque final a qualquer fato de cerimónia e que, segundo os protocolos, na maioria dos casos se definem como polos opostos: a gravata como clássica por excelência para todo o gentleman e o laço como o acessório versátil e em ocasiões, divertido para dar um ar casual ao look. No seguinte artigo, desvendamos as características principais de ambos, para que os conheças melhor e possas fazer a tua seleção criteriosamente.








Uma explosão de cores e formas, perfeita para completar tanto o outfit mais formal como o look mais casual. O laço ou bow-tie é um acessório masculino que nos últimos anos ganhou força como uma opção original e que confere um ar hipster a todo o guarda-roupa masculino. Em todo o mundo nupcial, é uma seleção cada vez mais escolhida pelos noivos que procuram propostas com personalidade e ainda que vesti-lo possa parecer eclético, o certo é que também se integra nos protocolos mais estritos, sendo o laço branco ou preto o acessório que deve usar-se sempre com o smoking ou o fraque. Nas suas versões mais alternativas, o laço pode adicionar o detalhe final que falta a um look sóbrio ou demasiado convencional.








Dependendo do seu sistema de fixação, existem laços de botão, que são muito mais fáceis de colocar do que laços de nó ou gravatas de laço, pois a sua utilização requer uma certa destreza e habilidade; por este motivo, os modelos predominantes no mercado são aqueles em que o laço já vem preparado e que se classificam segundo o seu tamanho e forma: o laço clássico, com um nó de tamanho normal e extremidades mais largas; o laço borboleta, com os extremos mais largos, ideal em camisas com colarinho italiano e outfits mais relaxados; e o laço diamante, com extremos largos mas neste caso assimétricos, que acabam em forma de triângulo.








Ao ser um complemento associado à originalidade e à frescura, permite mais opções e registos estéticos na hora de o usar. Ainda que seja recomendável usá-la com casaco, é cada vez mais habitual ver os noivos a prescindir dela e a optar por um estilo desenfadado com camisa, suspensórios e laço. Em adição à necessidade de completar com autenticidade o fato de noivo, o laço também é ideal para eventos diurnos informais assim como looks urbanistas, sendo inclusive perfeito para combinar com camisa e camisola.








Apesar da infinidade de registos e o contraponto fashion que apresenta o laço, na hora de complementar qualquer outfit em que se procura elegância e distinção, a gravata é o acessório masculino por excelência. A sua simbologia move-se entre o classicismo e o bom gosto, sendo um caminho correto para aqueles noivos preocupados por preservar as tradições e amantes de tudo o que é conservador. De facto, o fato com gravata, segundo manda o protocolo, é o look perfeito para qualquer celebração religiosa. E o certo é que a gravata tem o poder de elevar qualquer outfit masculino à máxima formalidade.








A gravata é um acessório imprescindível no armário de qualquer homem. Não há nenhum guarda-roupa que não o inclua, seja lisa ou com estampados originais, a sua versatilidade é similar ao do laço, mas neste caso a sua carga estilística associa-se maioritariamente a elegância e formalidade. Segundo dita o protocolo, é perfeita para casamentos de manhã e obrigatória quando o noivo decide usar um fraque. Neste caso, para que se apresente em todo o seu esplendor, será importante coordená-la com a camisa e o colete, podendo escolher uma mesma gama de cores ou romper com um tom extremo e distinto, por exemplo, em concordância com os acessórios que a noiva vista, quer seja o ramo ou os sapatos.








Fazer um bom nó de gravata é toda uma arte. Segundo a tipologia do mesmo, pode ser o clássico ou americano, sendo este o mais comum de todos e aquele que por norma domina, albergando como um requisito imprescindível que a gravata chegue ao nível da cintura. Se damos mais uma volta ao nó clássico conseguimos um nó Eldredge, que adiciona um aspeto mais complexo e volumoso ao mesmo. Existe também o chamado nó Windsor, ideal para gravatas de tecido grosso, por exemplo.








Gravata ou laço, o eterno debate. Infinidade de opções e possibilidades se misturam num panorama onde cada vez impera mais romper com os protocolos e deixar o look na inspiração pessoal de cada noivo. Uma tendência aberta que permite jogar com as combinações, até dar com a que melhor transmita o estilo genuíno e a personalidade; mesmo que viole a regra. E tu? De que equipa és?

Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.